forbot
Todos os países
Empresas investem em decoração informal, em prol da produtividade — Novidades e fotos no AllBiz Brasil
Moeda (BRL)
Empresas investem em decoração informal, em prol da produtividade — Novidades e fotos no AllBiz Brasil
Todas as seções
All.BizBrasilNotíciasNotícias das empresasEmpresas investem em decoração informal, em prol da produtividade

Empresas investem em decoração informal, em prol da produtividade

6  Fe 2012 14:28 | Notícias das empresas

Já faz mais de dez anos que o livro "O ócio criativo", do italiano Domenico De Masi, começou a dominar as discussões no mundo corporativo sobre o que fazer para tornar o ambiente de trabalho mais agradável para os funcionários. Desde então, as empresas passaram a investir cada vez mais em estratégias para descontrair seus colaboradores, tornando o ambiente de trabalho mais agradável, para estimular a criatividade e a produtividade. O Boa Chance selecionou seis exemplos de empresas que acreditam tanto nessa ideia que apostam numa decoração mais informal e, em alguns casos, até mesmo lúdica.

Exemplo disso é o escritório e fábrica da grife feminina Farm, em São Cristóvão, na Zona Norte do Rio. As instalações têm a cara da marca: cheias de cores e de bossa. O lugar tem até uma biblioteca, contígua a uma salinha com varanda, onde os funcionários podem descansar, interagir e receber clientes e visitas.

— A Katia Barros, estilista e proprietária da marca, queria um lugar no qual as pessoas se sentissem em casa. Cada metro quadrado daqui foi pensado com essa intenção, e isso faz toda diferença no cotidiano. Afinal, é no trabalho que a gente passa a maior parte do tempo — diz Fernanda Motta, coordenadora de marketing da Farm.

Um clima parecido tem a Rádio Ibiza, que funciona como rádio e produtora, em Copacabana. Nas quatro salas que abrigam o escritório da marca, a intenção era reproduzir o clima e os valores da empresa, com uma decoração que tivesse o máximo de autenticidade. Na sala de criação, muitas capas de discos e livros que fazem parte das influências de cada funcionário dão o tom. O setor de atendimento exibe cúpulas de abajures com tecidos de clientes, madeira de demolição e pufes coloridos. Na sala de produção, uma cortiça com tecidos de marcas que são clientes, com fones de ouvido desenhados, além de capas de vários discos coladas no teto. A sala de reunião tem seis cadeiras, trinta almofadas e um futon, todos forrados com tecidos de grifes que são clientes da marca.

— É muito gostoso saber que nosso escritório é uma convergência de informações que nos colocam a todo o momento de frente com quem fez e faz nosso dia a dia — comenta Pedro Salomão, diretor executivo da Ibiza.

O escritório da Maria Filó não dispensa o ar romântico e jovial da marca. Há um andar com televisão, pufes e jogos, para que os funcionários passem a hora de almoço da forma mais agradável possível. A estratégia para estimular a criatividade funciona, diz Maria Canto, gerente de marketing da grife:

— O ar lúdico deixa o clima na empresa melhor e o ambiente de trabalho mais relaxado. Acreditamos que espaços coloridos e confortáveis, além de influenciarem na criatividade, deixam as pessoas mais felizes, o que é positivo para o resultado final do trabalho.

Na filial carioca da agência digital AM4, dentro da Fundição Progresso, a inspiração veio da sede americana do Google, onde ócio criativo é quase sinônimo de trabalho. Ocupando 200 metros quadrados, na varanda do andar da Fundição, o local tem vista para os Arcos da Lapa, que fica evidente graças à fachada de vidro. No mezanino, ficam a copa e a área de lazer, com direito até a mesa de sinuca e escorregador. Tudo para garantir o relaxamento.

— A gente queria um espaço que fosse descontraído, tivesse personalidade e inspirasse a criatividade — conta Marcos Carvalho, diretor de planejamento da agência.

No escritório de design Cravo Ofício, a proposta também é que o clima seja informal, mas a pequena casa em Botafogo — protegida pelo município — não tem espaço para área de lazer. No entanto, todos os ambientes foram decorados de forma a fazer com que as pessoas se sintam bem. Uma pequena área externa, que dá acesso à escada em caracol, reúne elementos que trazem bem-estar: luz e plantas.

— Nosso espaço é polivalente. O fato de ser numa casa ajuda a manter um ar informal — conta Lilian Raco, uma das sócias da empresa.

Na Rua da Alfândega, em meio ao caótico Saara, a Mobz, distribuidora de conteúdo para cinema, valoriza exatamente o que o lugar tem de mais charmoso: a área livre e o piso de taco em xadrez. A decoração clean do loft tem alguns toques especiais de originalidade, como um telescópio voltado para a janela e as tubulações aparentes. O visual "pós-moderno", na definição do arquiteto Pablo Schargrodsky, responsável pelo espaço, agrada muito a equipe.




Fonte:  O Globo

Notícias da rubrica: Notícias das empresas

Compare0
LimparPosições escolhidas: 0